InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 BOYD, HARLEY

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Harley Boyd

avatar

Feminino Curioso Áries Búfalo
Idade : 20
Player : Liv
Mensagens : 36

MensagemAssunto: BOYD, HARLEY   5/2/2016, 13:39


  • DADOS BÁSICOS

Player: Liv

Nome completo: Harley Boyd
Data de Nascimento: 1 de Abril de 1997
Local de Nascimento: Somerville, Massachusetts - USA.

Idiomas: Inglês; Espanhol (básico).
Sexualidade: Hétero curiosa.
Relacionamento: Solteira.

Antiga Profissão: Estudante
Especialidade: Pequenas facas e canivetes, e ótimo conhecimento em Krav Maga.
Armamentos: Possui um canivete com cabo de madeira e talhado com suas iniciais desde os treze anos, ganhou de presente de aniversário, dado pelo irmão.


  • VIDA

Harley nasceu no primeiro dia de Abril, numa tarde levemente chuvosa de domingo na cidade de Somerville, Massachussetts; Paul, seu pai, estava na loja fazendo uma rápida conferência de materiais e correu de volta à casa assim que Louis, o irmão mais velho, correu para avisá-lo, levando-a diretamente ao hospital da cidade. Caroline deu a luz à Harley depois de algumas horas sofridas de parto e algumas complicações. Seu nome fora escolhido pelo irmão.

Caroline era negra com descendentes africanos e possuía cabelos longos com tranças sempre bem cuidadas, tinham um sorriso encantador e amigável. Paul era Canadense, tinha pele branca e tinha leves traços ruivos e sardas, era um homem sério no trabalho porém igualmente encantador.

A infância de Harley fora bem tranquila, seus pais demonstravam extremo amor e paciência para com sua criação e a de Louis, e ambos eram um ótimo casal. Caroline era professora de Química e Paul possuía uma loja de armas de fogo/caça à duas quadras de casa. Faziam e adoravam programas em família. A maioria das viagens eram feitas também para visitar familiares que moravam em outros estados, e por isso tinham um motorhome ( [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] - [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] ). Harley e Louis cresceram sabendo lidar com itens de acampamento e como se portar no mato, quando precisavam viajar para estados muito longe, embora não seja nenhuma especialista.

Desde os doze anos de idade Louis praticava Krav Maga e conforme crescia, sentia mais e mais vontade em se tornar professor como a mãe, porém de lutas. Harley ainda não possuía tal interesse, uma vez que todas as suas amiguinhas de infância cresciam com balé e dança, mas a partir dos onze anos ela fez sua primeira aula de Krav Maga, e alguns meses depois seu irmão tornou-se ajudante de professor em uma pequena academia de artes marciais recém inaugurada, a mesma aonde Harley passaria o restante de sua pré adolescência praticando e aprendendo a amar aquela luta; algum tempo depois Lous tornou-se professor principal.

No aniversário de quinze anos Harley ganhou um pequeno canivete de base de madeira, trabalhado e esculpido com uma flor e suas iniciais [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.], e ela tentou começar a praticar um tipo de auto defesa com o mesmo porém nunca chegou a concluir qualquer tática efetiva com o canivete, e acabava utilizando ele quando ia acampar, acabando por não achar necessário a utilização dele para defesa pessoal.

Os anos se passaram, seus pais já mais velhos, e o irmão formado em Educação Física, Harley concluiu a escola e sentia-se feliz. Entraria para a universidade de Química, na Flórida, quando tudo virou de ponta-cabeça...


  • SOBREVIVÊNCIA

Era um dia normal, como qualquer outro. Harley havia voltado de uma viagem de intercâmbio, e por isso havia deixado para começar a faculdade no ano seguinte, iria aproveitar para ajudar o pai com a loja de armas e a mãe em casa.

Estava reorganizando todo o seu quarto, mudando moveis e passara o dia quase todo ali em cima. Tinha alguns snacks por ali, mas só se deu conta da hora quando seu estômago alertou da fome. Harley estranhou o silencio na casa, pois pela hora, era o normal que sua mãe já estivesse por ali, ao menos preparando o jantar. Ela espiou pelo corrimão do segundo andar e não ouviu um pio se quer. Desceu e se deu conta que a casa estava sozinha, o que também era estranho. A loja do pai era à alguns quarteirões e ao olhar pro relógio viu que já se passava das dez da noite.

Se apoiou na bancada, tentando imaginar o porque da demora, e seguiu para geladeira, abriu a mesma e pegou um sanduíche já pronto, começando a comer e vasculhar por ali para ver se tinha algum bilhete ou qualquer coisa do tipo. No minuto seguinte veio um baque surdo do lado de fora da casa e depois um barulho não muito discreto de algo sendo arrastado no quintal, devido as folhas secas.

Intrigada ela seguiu pra porta dos fundos e espiou por ali, dando de frente com dois cadáveres que andavam praticamente arrastados e vinham em direção à luz que vinha da cozinha aonde ela estava. Os mesmos pararam com o rostos acinzentados, batendo contra a porta de vidro e Harley pôde reconhecer seus pais diante dela. Dois segundos e ela perdeu as forças. Desmaiou ali mesmo.

Quando levantou do desmaio, manteve-se no chão, sem saber o que pensar e nem reagir. Sem entender, de fato. Correu para o segundo andar, espiando pela janela, e dali conseguia ver mais meia dúzia de cadáveres passeando pelos jardins, e toda a vizinhança parecia tranquila, deserta, como se não estivesse acontecendo. Harley correu novamente para o primeiro andar e trancou todas as portas e janelas, fechando a cozinha enquanto chorava compulsivamente.

Os dias se passaram e ela ia se recuperando, assistindo à noticiários sobre o que estava acontecendo, os poucos que ainda passavam. Planejava o que faria dali em diante, e após nove dias presa em casa e comendo o que ainda restava, aguardou uma resposta do irmão, que nunca veio, terminou de ajeitar sua mochila e decidiu sair da casa, em direção à Filadélfia, porque sabia que seu irmão morava na cidade.

Pegou seu carro, colocando o que dava dentro dele e saiu direto pela garagem, matando seu primeiro zumbi atropelado logo na saída.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Paul Boyd, 54 anos -- morto.
Caroline Boyd, 52 anos -- morta.
Louis Boyd, 25 anos -- desaparecido.


  • APARÊNCIA

Harley tem um corpo bem definido por conta da luta, possui estatura mediana de mais ou menos 1m70. Tem cerca de cinquenta e dois quilos e possui a pele morena. Os olhos são castanho escuros. Os cabelos são ondulados, no entanto costuma usá-los como trancinhas, desde o aparecimento dos zumbis. Harley possui algumas tattoos, duas pequenas em cada braço e uma das costas; tem algumas marcas de treino e um corte ou outro de brigas de adolescência pelo corpo. Tem três furos de brincos em cada orelha e alguns outros piercings, que já nem utiliza mais atualmente.


  • PERSONALIDADE

Harley sempre foi de riso fácil e comunicativa. Jamais teve problemas em fazer amizades na rua ou na escola mas sempre fora estourada, com personalidade marcante, sabendo impôr suas vontade se precisasse. Disciplinada em seus afazeres devido à pratica das artes marciais, no entanto nunca fora de levar desaforos pra casa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://zombiesuniverse.forumeiros.com/t22-boyd-harley#97
Harley Boyd

avatar

Feminino Curioso Áries Búfalo
Idade : 20
Player : Liv
Mensagens : 36

MensagemAssunto: Re: BOYD, HARLEY   24/3/2016, 17:16

Registros


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://zombiesuniverse.forumeiros.com/t22-boyd-harley#97
 
BOYD, HARLEY
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Ficha - Jade Harley
» Ato 1- O Crime é uma Piada!
» [RP - Missão para Harley Quinn] Let's play
» Ao Fim de Tudo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Zombie's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Registro de Personagens :: Fichas-
Ir para: